O que é dashboard: tudo que você precisa saber num piscar de olhos

Dashboard, ou painel de controle, é aquele conjunto de instrumentos de medida reunidos que oferecem informações como velocidade, RPM, nível de combustível e outras para um piloto de avião ou de automóveis de corrida, por exemplo.

Usualmente, um dashboard é organizado de uma maneira que seja possível visualizar o maior número de informações possível de forma clara.

Assim, os pilotos podem tomar decisões rapidamente, sem tirar os olhos da pista ou do horizonte por muito tempo.

A analogia é bem clara com um gestor de empresas.

Ele precisa tomar conhecimento do que está acontecendo em seu negócio, sem deixar de manter o controle operacional do dia a dia, para tomar rapidamente decisões táticas e se preparar para decisões estratégicas com informações confiáveis.

Portanto, respondendo a sua pergunta:

O que é dashboard: é uma apresentação visual, de fácil entendimento, mostrando os principais indicadores de desempenho, ou KPIs, definidos por uma organização para monitorar se sua operação está no caminho certo para atingir os objetivos do negócio.

Mas de nada adianta saber o que é um dashboard se não se souber definir quais indicadores usar e como empregar o dashboard para gerenciar seu negócio da forma mais assertiva.

Agora que você sabe o que é dashboard, confira outras informações importantes sobre ele.

Veja também: Processo de tomada de decisão nas organizações: racional e intuitivo

O que é dashboard na gestão de negócio e como usar

Como você viu, o dashboard é um quadro que resume as informações mais importantes que um gestor e sua equipe precisam conhecer para poderem tomar decisões.

Mas como escolher quais são as informações que devem fazer parte do dashboard?

Como escolher os indicadores de seu dashboard:

Analise sua cadeia de processos e identifique aqueles que agregam valor ao negócio, isto é: entregam mais valor percebido ao cliente final.

Definir KPIs para processos pouco relevantes para sua empresa só irá deixar seu dashboard lotado de informações que não acrescentam em nada no auxílio da tomada de decisão.

Outro fator importante: KPIs tem que ser fáceis de medir e não apresentarem possibilidade de erros de aferição nesse processo.

Caso isso ocorra, por mais que o dado seja relevante, não será confiável.

Um KPI deve ser representado por números, chamados de índices, e simples de interpretar por toda a equipe.

Por fim, é possível definir KPIs que mostram resultados e outros que mostram se você está no caminho certo, indicadores de tendência.

Por exemplo: o valor das vendas mensais mede o resultado e pode definir se a performance foi boa, ao final do período.

Já o número de orçamentos solicitados é um indicador que pode ajudar a se prever se as vendas serão boas antes do final do período.

Lembre-se: o dashboard mostra um retrato da situação de sua empresa naquele momento, é preciso interpretá-lo adequadamente, comparando os dois tipos de KPIs citados acima, para se ter ideia dos resultados futuros.

A metodologia de definição de metas e objetivos de negócios OKR (Objectives and Key Results) pode se beneficiar bastante do uso de dashboards.

Saiba mais sobre ela: Confira 10 exemplos de OKR e como funciona essa metodologia

Melhores práticas ao usar dashboards

Dashboards devem conter um número suficiente de informações, mas não em excesso, de forma a não impedir uma visualização ágil.

É muito importante saber escolher o gráfico certo para a representação visual adequada de cada indicador, da maneira mais intuitiva possível.

As cores são outro elemento que pode auxiliar muito, mas deve-se tomar cuidado para que o contraste não seja excessivo.

Alguns dashboards, com informações estratégicas e confidenciais, têm excesso restrito aos níveis de gestão mais elevados.

Outros, com informações táticas, podem ser compartilhados com equipes e seus membros, o que ocorre usualmente com softwares de BPM, automação de marketing e gerenciamento de equipes.

Por fim, dashboards com índices de performance operacional, em muitas organizações, ficam expostos para toda a equipe em grandes monitores, hábito muito comum com times de suporte ao cliente e telemarketing, por exemplo.

Quer Ver um Dashboard em Ação?

Criação de Painéis de Gestão Empresarial | Dashboards

Com HEFLO, um software BPM moderno e hospedado na nuvem, você pode fazer isso de forma ágil, rápida e intuitiva.

Confira também: Promova a colaboração com um software de controle de processos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu