Estratégias para aumentar a rentabilidade da empresa: segredos de CEO

Tudo que você puder fazer, de forma honesta, para aumentar receitas e diminuir despesas, vai afetar sua estratégia para aumentar a rentabilidade da empresa.

Parece fácil, então, modelar processos para conseguir uma boa rentabilidade?

Na verdade, não.

O problema é que, na maioria dos casos, os esforços para aumentar receitas sempre têm um custo, que deve ser levado em conta. E, da mesma forma, sempre que se diminuem despesas ou custos, isto tende a afetar suas receitas negativamente (tendência, não lei!).

Vamos entender isso melhor ouvindo 2 empresários que entendem bastante deste assunto.

Veja também: 5 ideias de simplificação de processos organizacionais

 

Como implementar estratégias para aumentar a rentabilidade da empresa

Veja o que tem a dizer sobre isso Marcus Ribeiro, CEO da Pluga, startup brasileira que disponibiliza integrações prontas para apps baseados na nuvem:

images“Produtividade é a relação entre a produção e os fatores de produção utilizados, enquanto a rentabilidade é o retorno sobre o investimento em um horizonte de longo prazo. Produtividade e rentabilidade são, portanto, grandezas diretamente proporcionais (quanto mais produtivo eu for, usando menos recursos, mais rentável será o meu business). Vamos analisar a área administrativa de uma empresa. Uma de suas funções é organizar o contas à pagar, contas a receber, pagar guias e tributos, salários e emitir notas.

Automatizando processos financeiros, usando soluções como as da Pluga, (gestor financeiro integrado com meios de pagamento, meio de pagamento integrado com emissor de NFS) eu consigo tornar o departamento mais produtivo, incorporando talvez um outro trabalho mais estratégico para aquela pessoa do administrativo-financeiro, o que pode aumentar a rentabilidade da empresa como um todo (Exemplo: Ela poderia analisar outros fornecedores para compra de material de escritório).”

Note que Marcus aponta uma estratégia para aumentar a rentabilidade da empresa em que diminui custos (automatizando processos repetitivos e liberando horas de trabalho), sem afetar as receitas, pelo contrário: tornando o trabalho ainda mais produtivo.

Pedro Renan, CEO da Esportelândia e ex-CMO da We do Logos, uma plataforma de criação colaborativa, faz algumas advertências para quem deseja implementar estratégias para aumentar a rentabilidade da empresa:

index“Aumentar a rentabilidade é sempre um objetivo de todas as empresas. Afinal, quem não quer ganhar mais e gastar menos? Infelizmente é mais complexo do que parece.

Aqui na We do Logos, traçamos algumas estratégias e em alguns anos (sim… não é da noite para o dia) conseguimos sair de uma rentabilidade de 25% por venda para quase 40%.

São ações desde aumento de preços, gestão de equipe, canais de aquisição etc.”

 

 

Saiba mais: Use a Matriz de Ansoff e determine estratégias de crescimento empresarial

 

Dicas práticas: como aumentar a rentabilidade da minha empresa?

Marcus Ribeiro aponta duas estratégias principais para aumentar a rentabilidade da empresa:

images“Em primeiro lugar, foco no cliente. É muito comum o próprio cliente entrar em contato com a empresa sinalizando a sua ‘dor’, que normalmente é uma super ‘oportunidade disfarçada’.

No entanto, também é muito comum as empresas perceberem atendimento (e tempo de atendimento) como um custo, colocando pessoas despreparadas para atender ou pouco interessadas (genuinamente) em analisar o problema do cliente.”

Ele faz um destaque importante:

“As maiores oportunidades para aumento da rentabilidade (melhoria de produto, novas funcionalidades, bugs de sistema) podem ser encontradas conversando com o cliente.”

Esse comentário lembra bastante a famosa frase de Bill Gates.

Seus clientes mais insatisfeitos são sua melhor fonte de aprendizado. - Bill Gates Click To Tweet

 

Mas vejamos a segunda estratégia para aumentar lucratividade apontada pelo Marcus:

images“Em segundo lugar, automatizar todo o trabalho operacional possível. Sabe aquele trabalho de copiar e colar, como por exemplo emitir NFS manualmente, mudar status de lead na ferramenta de disparo de E-mail ou enviar SMS de pendência de pagamento? Estes são exemplos de trabalhos que ocupam um tempo considerável do seu dia-a-dia e que não acrescentam valor para a sua empresa. Este trabalho não é investimento, é custo! ‘Ah, mas eu não contrato ninguém, eu mesmo faço’. Ainda é um custo, afinal, quanto custa a sua hora?

Pedro Renan emprega 3 estratégias diferentes para aumentar a rentabilidade na empresa:

index“Aumento de Preços: Muita gente cai na cilada da famosa ’conta de padeiro’. De que aumentar o preço vai fazer você aumentar o faturamento e rentabilidade. Naturalmente o que ocorre é o oposto. Você naturalmente terá menos vendas que antes e o faturamento pode não aumentar. Então, ao pensar em alavancar seu preço, pense com cuidado no que isso pode resultar. Se você tiver menos clientes, terá menos recompra e menos indicações. Será que o percentual a mais de lucro por transação compensa e faz essa conta fechar? Uma dica interessante é sempre que você realmente decidir aumentar o preço, fazer uma campanha para seus clientes atuais e também para os que ainda não são seus clientes.

Para os que ainda não compraram, você pode dar uma última chance dizendo que o preço vai aumentar no dia X e que eles podem ainda comprar com o preço antigo até essa data.

Para os clientes antigos, você pode usar o aumento para fidelizá-los, dizendo que eles não pagaram nada a mais, pois já eram clientes. Ou você vai repassar o aumento também para eles. Nesse caso a comunicação tem que ser muito precisa e perfeita, e que gere um benefício muito grande. Se não, você corre o risco de pessoas abandonarem sua empresa.”

Sobre a gestão da equipe, Pedro usa os ensinamentos de Jack Welch, veja:

index“Gestão de Equipe: Uma boa forma de deixar sua empresa mais rentável é aumentando a produtividade do seu time. Uma metodologia que gosto muito é a do Jack Welch, ex-presidente da G.E. Lá ele usava o 20/70/10. Ou seja, 20% das pessoas na sua empresa são estrelas e desempenham um papel espetacular. 70% das pessoas fazem o barco andar, mas não são brilhantes. E 10% das pessoas tem que sair da empresa todos os anos, pois estão fora da sua cultura e dos seus resultados. Isso gera um senso de produtividade muito grande, pois a cada ano você vai mantendo cada vez mais somente os melhores trabalhando. Com isso você produz mais e gasta menos!”

Para finalizar, Pedro faz um alerta sobre modismos na administração:

index“Canais de Aquisição: Infelizmente, muitas vezes, vivemos de modas. Atualmente todo mundo fala de Inbound Marketing e que isso é a melhor forma de fazer marketing e que funciona para todo mundo e que você vai ter resultados incríveis. Aqui na We do Logos usamos Inbound  e tivemos grandes resultados, mas o problema foi que nos limitamos somente ao Inbound. Antes de se fechar para uma única forma de fazer marketing, você precisa testar. Para você pode ser que inbound não funcione, pode ser que seja caro e que a conta não feche. Então, procure sempre dezenas de alternativas e teste. Nunca acredite que uma metodologia é ruim a não ser que você tenha testado. Atualmente, usamos aqui inbound, outbound, mídia paga, afiliados etc. Tudo em conjunto e com isso temos um resultado muito melhor de custo por aquisição.”

Confira também: Quais são os desafios dos empreendedores?

 

Produtividade no Brasil X outros países

Marcus Ribeiro, ainda fez alguns comentários sobre a produtividade, comprando alguns dados entre países:

images“Vamos a comparativos (peguei a análise do blog Vida de Startup):

  • Um trabalhador no Chile chega a produzir o dobro de um brasileiro.
  • No México, é quase 90% mais.
  • Um trabalhador americano, por exemplo, produz 5 vezes mais que um brasileiro.

A resposta básica, na minha opinião, é a burocracia.

Quanto tempo não perdemos pagando guia de sindicato (ou até pior, procurando saber se aquelas dezenas de guias de contribuição sindical são obrigatórias ou não), comprovando assinatura em cartório, cadastrando empresa na prefeitura X ou Y, que não conversa com o seu município, abrindo uma empresa (e muito pior, fechando uma empresa), procurando as N declarações que você precisa ter, contratando despachante, porque o processo é tão confuso que só poucas pessoas entendem, etc…

Claro que há também o problema da educação, da miséria e da violência em grandes metrópoles, da falta de engenheiros graduados todo ano ano, do distanciamento da licenciatura brasileira para a realidade do mercado, mas a burocracia, provavelmente, é o principal vilão.”

 

Na sua opinião, quais são os principais problemas encontrados no Brasil associados com nossa baixa produtividade? (até 5 respostas)

 

Que processos é preciso remodelar em sua empresa para conseguir mais rentabilidade?

Inspire-se na opinião destes empresários e comece agora mesmo a estudar estratégias para aumentar a rentabilidade de sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu