Como a estratégia de marketing de conteúdo revolucionou o mercado

marketing de conteúdo não é mais o mesmo. Há quatro anos quase não se falava no termo aqui no Brasil, enquanto nos Estados Unidos o modelo já fazia sucesso. No entanto, o país está acordando para a importância de ter e manter um blog, criar conteúdo, e gerar awareness no mercado por meio de uma boa estratégia de marketing de conteúdo.

O cenário mudou as regras do jogo já há algum tempo: um estudo realizado  mostrava que já em 2015 cerca 70% das empresas brasileiras utilizavam o marketing de conteúdo para gerar reconhecimento de marca e fidelizar clientes, entre suas principais estratégias de marketing e vendas.

É claro que comparado aos EUA (93%), ainda estamos um pouco atrás, mas a concorrência já não permite que se faça marketing de conteúdo simplesmente “por fazer”, e agora o público busca informações de qualidade que se distanciem cada vez mais da publicidade tradicional.

Isso em um cenário econômico não muito favorável, o que mostra o quanto a estratégia inbound está sendo utilizada como peça chave para conquistar e reter consumidores. Nesse post você vai saber um pouco mais sobre a importância de produzir conteúdo de qualidade, e como essa nova realidade está mudando as regras do marketing digital.

Segredos para desenvolver uma boa estratégia de marketing de conteúdo

Constância, Planejamento e Medição dos resultados!

Entre as companhias que aderiram ao marketing de conteúdo apenas 40% documentam a estratégia, o que é um dado preocupante mas que pode ser usado por você para sair na frente da concorrência. As organizações estão apostando na estratégia inbound marketing, mas não estão seguindo os princípios básicos, que começam com um bom planejamento estratégico.

Não adianta adotar o modelo apenas porque todo mundo está fazendo, não se iluda: não vai dar certo. É preciso esforço, dedicação e muitas tentativas.

Uma pesquisa do Content Marketing Institute ajuda a entender porque ainda tem gente falando que sua estratégia de marketing de conteúdo não deu resultado: menos de 40% das empresas acham que funciona, e o pior é que apenas 2 em cada 10 empresas estão medindo suas campanhas. Como saber se algo está dando certo ou errado sem medir? Ou como modificar ações ineficazes se você não sabe que não estão gerando resultados?

Provavelmente a maior razão do marketing de conteúdo falhar é porque a maior parte das empresas param de praticá-lo, ou o fazem de forma inconsistente. Uma pesquisa da Hubspot mostrou que empresas que criam conteúdo ao menos duas vezes por semana conseguem gerar 25X mais leads do que empresas que criam um ao mês. O conteúdo é como um combustível, se você parar de produzir os resultados não vão aparecer.

O que fazer para se destacar no marketing de conteúdo

Se enfim chegamos à Era do Conteúdo, o CMO precisa diversificar o marketing o quanto antes. Com mais empresas no mercado brigando por atenção, conversões e pela primeira página do Google, é preciso fazer mais do que o básico em sua estratégia de marketing de conteúdo.

Primeiro: sua empresa deve ter uma identidade e o público bem definidos, então mapeie suas buyer personas antes de tudo. Sem isso você não vai conseguir se comunicar com o público certo e na linguagem adequada.

Outra dica de inbound marketing é criar conteúdos pensando no seu cliente: entenda quais são os desafios, objetivos, e dores das personas para as quais você quer vender. Assim, vai ficar fácil falar sobre soluções que vão ajudar seus futuros clientes a resolver problemas que encontram constantemente.

Pense na sua empresa como uma amiga, que aconselha, sugere mudanças, e disponibiliza ajuda sem cobrar nada por isso. Mostre para os usuários que você está ali para ajudá-los a deixar suas vidas mais simples. O que sua empresa ganha? Atenção, reconhecimento, confiança e credibilidade.

Mas para alcançar esses resultados você precisa de metas e métricas, e é imprescindível medir o resultado das ações usadas em sua estratégia de marketing de conteúdo.

  • Qual e-book teve mais conversões?
  • E qual deles teve mais leads qualificados gerados?
  • Qual a frequência ideal de postagens no blog?
  • E qual plataforma os clientes preferem? É vídeo? Faça vídeos!
  • Preferem textos mais curtos? Desenvolva um infográfico.

A ideia é entender as preferências do seu público-alvo para surpreendê-lo e, assim, desenhar sua estratégia de marketing de conteúdo. Dessa forma, ele vai continuar acompanhando sua empresa e caminhando nos estágios do funil de vendas até que se torne, enfim, um cliente. Esse compromisso de criação alinhado a uma estratégia focada nas suas personas é o segredo de bons resultados.

Por que tem mensagem que “pega”?

Você certamente já se perguntou por que algumas propagandas, vídeos, memes e acontecimentos se tornam virais e outros não. Ou por que falamos mais sobre certos produtos e ideias do que outros. Ou como algumas histórias e boatos se espalham facilmente.

Jonah Berger encontrou a resposta: o professor de marketing de Wharton passou a última década respondendo essas perguntas e descobriu o que faz um conteúdo on-line tornar-se viral. No livro Contagious: Why Things Catch On (em tradução livre, Contagioso: Por Que Certas Coisas Nos Atraem), Berger propõe seis passos que determinam o sucesso de uma  produção. Chamados “STEPPS”, os fatores são: moeda social, estímulos, emoção, publicidade, valor prático e histórias.

Em entrevista à INFO, o professor foi claro: “quanto maior a presença da marca no vídeo, menor será a chance desse produto ser compartilhado”. Uma boa lição para aprendermos na hora da produção do marketing de conteúdo.

Este post foi escrito pela equipe da Meetime, um software de inside sales criado para simplificar o processo de vendas e auxiliar sua equipe comercial a ter melhores resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu