12 Exemplos da lei de Pareto 80 20

Vilfredo de Pareto foi um sociólogo e economista italiano que, durante seus estudos, percebeu que, em geral, 80% da renda de uma nação estava nas mãos de apenas 20% da população.

Extrapolando este conceito, Pareto definiu uma regra que ficou conhecida como a lei de Pareto 80 20, e que poderia ser resumida da seguinte forma:

80% dos resultados são produzidos por 20% das causas.

  • Veja alguns exemplos da lei de Pareto 80 20:
  • 80% dos crimes são cometidos por 20% dos criminosos
  • 80% dos acidentes de trânsito são causados por 20% dos motoristas
  • 20% dos seus produtos representam 80% das vendas
  • 20% dos empregados são responsáveis por 80% dos resultados
  • 80% da poluição têm origem em 20% das fábricas
  • 20% dos alunos têm as notas 80% mais altas

E assim por diante

Mas porque estamos falando sobre isso?

A lei de Pareto pode ser usada em negócios, na gestão de processos, no controle de qualidade, na medicina e em muitas outras áreas.

Pense assim: segundo essa lei, 20% dos seus clientes são responsáveis por 80% de suas receitas. Não seria interessante usar conceitos de CRM para descobrir quem são esses 20% de clientes mais efetivos e investir mais neles?

São exemplos da lei de Pareto 80 20, como estes, que vamos discutir nesta postagem.

Como usar exemplos da lei de Pareto 80 / 20 em seu negócio

Uma frase que lembra muito a lei de Pareto foi enunciada pelo 34º presidente americano, Dwigth D. Eisenhower:

“O que é importante raramente é urgente, o que é urgente raramente é importante.”

Assim como a lei de Pareto, esta frase ajuda a determinara que tarefas são mais importantes e devem ser atacadas primeiro, conceito que gerou a famosa Matriz de Eisenhower.

Assim, se uma coisa é urgente e importante (muito raro) faça-a primeiro, se for apenas urgente ou apenas importante, delegue para alguém, e se não for nenhuma das duas, esqueça dela!

Da mesma forma, a lei de Pareto ajuda administradores a focarem no que é mais importante e urgente.

Veja, a seguir, mais alguns exemplos da lei de Pareto 80 20 e como aplicar na sua empresa.

20% dos esforços de marketing representam 80% dos resultados

Este exemplo da regra de Pareto 80 20 é fundamental para quem quer atingir o máximo de resultados com menos esforços na área de marketing.

O problema é que ações de marketing e comunicação são difíceis de medir.

Imagine que você lance uma campanha de propagandas na televisão e que seus produtos realmente vendam mais. Mas, ao mesmo tempo, houve uma incrível melhora na economia e um de seus concorrentes diretos teve problemas de logística e não entregou os produtos nas lojas.

Como saber se sua campanha foi mais efetiva?

Esse é um dilema que a lei de Pareto não vai ajudar a resolver. Será preciso fazer pesquisas de recall e outros estudos para determinar essa questão.

É por isso que muitos gestores de marketing têm optado pelo marketing online, que pode ter seus resultados medidos com muito mais efetividade e assertividade, o que ajuda muito na tomada de decisões.

Veja também: Processo de tomada de decisão nas organizações: racional e intuitivo

20% dos posts geram 80% do tráfego

Quem trabalha com marketing de conteúdo pode usar este exemplo do princípio de Pareto 80 20 para analisar os posts mais efetivos, descobrir suas características comuns e tentar usá-las nas próximas criações de conteúdo.

Além disso, com os 80% restantes, pode tentar otimizá-los, adaptando-os para ficarem com características semelhantes aos 20% que funcionam bem.

20% dos esforços de desenvolvimento de softwares são responsáveis por 80% das funcionalidades e funcionamento do programa

Horas de programação são caras e um aprendizado como esse, advindo deste exemplo de emprego da lei de Pareto 80 20, pode ser um fator determinante para o desenvolvimento de novos softwares, permitindo a criação de um manual de boas práticas e um banco de projetos vencedores para consulta.

80% das falhas de qualidade se originam de 20% das tarefas

Quem trabalha com gestão de processos poderá se valer deste exemplo da regra de Pareto 80 20 para encontrar as tarefas críticas, aquelas que causam 80% dos problemas, e se debruçar sobre elas, tentando modelar processos que façam com que essas tarefas deixem de ser tão ineficientes, por meio da melhoria contínua.

Saiba mais: 7 dicas de modelagem de processos de negócios para leigos

Se você ainda tem dúvidas sobre este tema, confira mais exemplos da lei de Pareto 80 20 neste vídeo:

Aprenda PRODUTIVIDADE com O Princípio 80/20 | Principio Pareto | Richard Koch

21 Comentários. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu