Os 5 principais tipos de avaliação de desempenho

A avaliação de desempenho é um dos mais importantes processos de RH. Afinal, é por meio dela que o gestor pode descobrir como anda a performance de seus colaboradores.

Dessa forma, ele poderá recompensar e reconhecer os esforços dos que estão indo bem e, por outro lado, auxiliar e dar apoio aos que precisam melhorar seu desempenho.

Para que isso seja feito da forma correta, foram criados diversos tipos de avaliação de desempenho dos colaboradores.

Neste post você vai conhecer 5 deles, suas características, vantagens e desvantagens. Assim, poderá entender melhor como funcionam e escolher o tipo de avaliação desempenho ideal para usar em seu negócio.

Leia também em nosso blog: Saiba porque é estratégica a automação de processos de RH

5 tipos de avaliação de desempenho: qual a melhor para sua empresa?

Os diversos tipos de avaliações de desempenho disponíveis são processos criados para identificar e analisar o conhecimento, as habilidades e as atitudes de um colaborador durante um determinado período de tempo em uma empresa.

Além disso, essas metodologias também são capazes de avaliar a postura profissional, valores e o relacionamento do colaborador com seus colegas, outras equipes, líderes e subordinados.

O ideal é que isso seja feito de forma objetiva, apesar de que algumas opiniões e análises subjetivas são inevitáveis, nesse caso.

É por esse motivo que uma avaliação de desempenho deve ser feita com o máximo de critério, evitando-se assim erros de avaliacånao que, além de prejudicar o colaborador, também podem levar a empresa tomar decisões erradas.

Confira algumas dessas metodologias.

Este post de nosso blog também pode interessar a você: Como implantar o processo de RH Scorecard em 6 passos

Uma erro em uma avaliação de desempenho pode levar a um desligamento desnecessário de funcionário.

Sua empresa tem enfrentado problemas nessa área? Participe da enquete e compartilhe essa informação com agente!

Sua empresa já teve algum prejuízo devido a um desligamento de empregado mal feito?

Todo mundo fala da avaliação 360 graus, mas você conhece a 90 e a 180 graus?

Selecionamos alguns tipos de avaliação mais elaboradas e complexas, dentre elas, a famosa avaliação 360 graus.

1- Autoavaliação

Como o próprio nome diz, a autoavaliação é aquela realizada pelo indivíduo sobre si mesmo.

A vantagem da autoavaliação é que ela leva o colaborador a refletir sobre suas forças e fraquezas. Assim, ele descobre como usar todo o seu potencial para alavancar sua carreira e para trazer resultados para a empresa.

De outro lado, ele também percebe quais são os pontos em que precisa melhorar e como isso pode ser benéfico tanto para ele como para a organização em que trabalha.

Dessa forma, sente-se motivado para investir em sua capacitação, tornando-se um profissional com alto potencial de crescimento dentro da empresa.

Mas é preciso ficar atento, pois a autoavaliação pode ter um viés, tanto positivo como negativo. Para direcionar as informações de interesse da empresa, pode-se usar um questionário onde algumas competências importantes precisam ser autoavaliadas pelo colaborador.

2- Avaliação 90 graus

A avaliação 90 graus é feita somente pelo superior imediato do colaborador. Como ele está em contato direto com ele, acredita-se que tenha informações suficientes para avaliar adequadamente o funcionário.

No entanto, sempre pode haver algum fator de interferência na relação do chefe com o subordinado que podem levar a vieses de avaliação.

Por isso é muito importante definir indicadores de desempenho bem objetivos para complementarem as informações subjetivas prestadas pelo gestor.

3- Avaliação 180 graus

Mais completa que as precedentes, a avaliação 180 graus é feita em conjunto entre gestor e subordinado. De certa forma é uma união dos dois tipos de avaliação de desempenho anteriores.

A grande vantagem é que líder e liderado podem ter uma conversa franca juntos e descobrir maneiras de melhorarem a performance do colaborador avaliado.

É fundamental que esta avaliação não se caracterize por cobranças do superior, mas que seja encarada como uma forma de aprimorar os resultados de seu subordinado.

4- Avaliação 360 graus

A avaliação 360 graus é considerada uma das mais modernas e efetivas, atualmente.

Como você deve imaginar, além da autoavaliação e da avaliação do superior direto, a avaliação 360 graus inclui colegas, líderes de outros departamentos e até mesmo clientes e fornecedores.

Assim, a quantidade e a qualidade das informações é muita rica, podendo se montar um quadro bastante completo da performance do funcionário.

5- Avaliação por competências

A avaliação por competências é outra tipo de avaliação de desempenho bastante usado atualmente.

Neste caso, o departamento de RH define quais são as competências estratégicas que a empresa necessita e também as que cada cargo precisa contar para ajudar a atingir os objetivos do negócio.

De posse dessas competências, os gestores avaliam seus colaboradores para saberem se atendem a esses requisitos necessários para que a empresa conte com uma força de trabalho alinhada com a estratégia do seu plano de negócios.

A avaliação por competências é uma das ferramentas que auxilia empresas que usam o modelo de gestão por competências.

Sua empresa faz avaliação de desempenho?

Usa alguma dessas metodologias? Ou usa outra? Conte para a gente e compartilhe sua experiência profissional nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu