Exemplos de objetivos SMART: como definir metas e atingi-las

Quando você consegue descrever um problema, na maioria das vezes, já o solucionou.

Essa é mais ou menos a ideia por trás da definição de objetivos SMART para empresas: trata-se de uma regra prática de como definir metas de forma que elas fiquem bastante claras para todos e não haja maneira de não entender aonde se quer chegar.

Para isso, foi escolhida a palavra SMART, que significa esperto, inteligente em inglês. Porque cada uma de suas letras corresponde a inicial (em inglês) dos 5 elementos que uma meta SMART para empresas deve ter:

  1. eSpecífica (Specific)
  2. Mensurável
  3. Atingível
  4. Relevante
  5. Temporal

Vamos entender cada um desses elementos e como eles ajudam a definir metas de crescimento para sua empresa?

Para que você entenda isso claramente, vamos começar definindo bons exemplos de objetivos SMART passo a passo, para que eles tenham todos os elementos do acrônimo incorporados à sua descrição.

Mas antes, que tal dar uma olhada neste SlideShare que dá mais alguns exemplos de objetivos SMART para uma empresa e outros casos que você pode usar em sue dia a dia:

Veja também: Use a Matriz de Ansoff e determine estratégias de crescimento empresarial

Definição e exemplos de objetivos SMART para empresas

Depois de definirmos cada uma das características das metas SMART, apresentaremos alguns exemplos para deixar o conceito mais claro.

1- Específico

Específico significa referente a algo único, e é o oposto de geral, amplo, vago.

Portanto, uma meta específica deve detalhar aonde se quer chegar de forma inequívoca.

Não adianta dizer que sua meta é ter lucro, ou vender mais, essas são metas gerais, e não exemplos de objetivos SMART nas empresas.

Vender o que? Onde? Para quem?

EXEMPLO de objetivo SMART 1:

Um exemplo de meta SMART, no que tange a característica específica, poderia ser:

Quero vender mais produtos esportivos de alta qualidade em minhas 4 lojas localizadas em shoppings para aproveitar o efeito de um festival esportivo que vai acontecer em minha cidade.

Pronto, agora sim, isso é específico!

2- Mensurável

Quando nos referimos a mensurável, não significa somente definir uma medida, um número a ser atingido, mas também que seu objetivo tenha como ser aferido de forma objetiva.

Por exemplo, se em relação ao objetivo mencionado acima, definíssemos que a meta por trás dele é fazer 75% das crianças da cidade felizes, não haveria como medir isso, esse critério é subjetivo e impossível de medir.

O correto seria algo como isso:

EXEMPLO de objetivo SMART 2:

Vender 35% mais produtos esportivos de alta qualidade, em relação ao ano passado, nas 4 lojas localizadas em shoppings para aproveitar o efeito de um festival esportivo que vai acontecer em minha cidade.

3- Atingível

Agora é preciso que nosso objetivo SMART para a empresa seja possível de atingir.

Se falássemos em um aumento de 200%, dependendo das circunstâncias (mas muito provavelmente) seria algo inatingível, tornando a meta desacreditada, desestimulando qualquer um que tivesse que alcançá-la e transformando-a em algo inútil e sem propósito.

4- Relevante

Nada mais sem sentido que definir um objetivo que não trará qualquer significado prático ou que não auxiliará a empresa a crescer.

Metas SMART têm que ser importantes para o negócio.

Por exemplo, definir como meta trocar o piso de todas as lojas de sua rede, pode ser até algo necessário, e uma meta importante para o pessoal da manutenção.

Mas, para seu negócio, isso é um detalhe operacional, sua meta deve sempre estar ligada a algo que vai definir os destinos da empresa, como conquistar novos mercados, ampliar a rede de lojas, o número de clientes, faturamento etc.

EXEMPLO de objetivo SMART 3:

Vamos a um exemplo novo, mais abrangente para a empresa e bastante relevante:

Aumentar o market share de nosso empresa e 10% abrindo 4 novas lojas nos 3 principais shopping da cidade até o final do ano, aproveitando-se do aumento de consumo gerado pleo festival esportivo que vai acontecer na cidade.

5- Temporal

Estamos chegando à última característica de nossos objetivos SMART: uma data, um tempo para alcançar a meta.

EXEMPLO de objetivo SMART 4:

No nosso caso, poderia ser conseguir os 35% a mais de faturamento até o final do ano.

objetivos SMART

Alguns exemplos de objetivos SMART para um empresa

EXEMPLO de objetivo SMART 5:

E-commerce: aumentar nossa base de leads que se cadastram no site ao baixarem materiais em 25% até o final do ano.

EXEMPLO de objetivo SMART 6:

Loja de roupas: vender 30% mais vestidos de noite durante o mês de maio, quando ocorrem os casamentos em nossa região, por meio de um parcelamento em 10 vezes no cartão de crédito.

EXEMPLO de objetivo SMART 7:

Rede de fastfood: Abrir 25 novas lojas até o final do ano, sendo 10 em nosso Estado e 5 em cada um dos 3 estados vizinhos.

Uma das metas mais usadas nas empresas, são as metas de vendas, por isso, selecionamos 3  bons exemplos de objetivos SMART para empresas que querem atingir esse objetivo:

3 exemplos de objetivos SMART para aumentar vendas

Vamos lá, 3 exemplos de objetivos e metas de vendas mesuráveis. Para cada elemento do acrônimo SMART, vamos colocar sua letra (entre parenteses) ao lado desta característica do objetivo SMART:

EXEMPLO de objetivo SMART 8:

Aumentar em 20% (M, A, R), até o final do ano (T), o faturamento de nosso e-commerce focando em geração de conteúdo em datas especiais (Natal, Dia das Mães, Dia dos Namorados, etc.) em nosso blog para captação de 40% mais leads (M,A,S).

EXEMPLO de objetivo SMART 9:

Faturar 10 milhões (M, A), no primeiro semestre (T), com a venda de nosso novo produto que acaba de ser desenvolvido (R, S), utilizando todos os materiais e ações de marketing e vendas apresentadas na convenção, no final do ano passado (S).

EXEMPLO de objetivo SMART 10:

Conquistar mais 5% de market share (A, S, R) em nosso mercado principal, o Estado XY (S,R), por meio de parcerias com distribuidores e promoções de vendas (S). Esse resultado deve ser atingido até o final do ano (T).

A importância de se definir exemplos de objetivos SMART para aumentar vendas que sejam específicos é fornecer aos colaboradores uma indicação da maneira como conseguirão atingi-los, algo que será muito importante na metodologia de definição de objetivos que vamos ber a seguir, o OKR.

Determinando metas com o uso de OKR

OKR (Objetives & Key Results) é um conhecido método de determinação de metas de negócio usado por grandes empresas e que se tornou muito popular depois que foi adotado pelo Google, com excelentes resultados.

OKRs se dividem em Objetivo e Resultados-Chave. Os Objetivos são onde queremos chegar e os Resultados-Chave devem indicar como vamos saber, durante o processo de busca do Objetivo, se estamos chegando lá.

OKRs, normalmente, se referem a um período de 3 meses em que se monitoram os Resultados-Chave para se saber se a empresa está no caminho certo.

Além disso, os OKRs, obedecem às seguintes características:

  • Os Objetivos são ambiciosos (contrariando os objetivos SMART) e devem ser muito difíceis de atingir
  • Os Resultado-Chave precisam ser mensuráveis
  • Se 70% dos OKRs forem atingidos, é considerado OK
  • Cada OKR deve ter uns 3 ou 4 Resultados-Chave, no máximo

Mas antes de vermos um case real de uso de OKR e a determinação de exemplos de objetivos SMART para aumentar vendas, assista a este SlideShare com mais detalhes sobre OKR:

CASE de sucesso: OKR e bons exemplos de objetivos SMART

Quem nos conta as características desta metodologia, e como a usa em sua empresa de Concorrência Criativa, é Pedro Renan, CEO da Esportelândia e ex-CMO da We Do Logos.

“Aqui na We Do Logos temos uma característica de sempre ser objetivos e perseguir os resultados com muito planejamento e sem desperdício de recursos. Por isso, a metodologia OKR cai como uma luva para nós, permitindo corrigir os rumos rapidamente, se necessário.”

Renan nos apresentou um exemplo de como poderia ser a definição de um OKR para um negócio semelhante ao seu, onde se usa o Marketing Digital, com foco em Marketing de Conteúdo, para atrair clientes, gerar leads, oportunidades e converter vendas.

Pedro Renan“Digamos que o CMO dessa empresa defina como um dos Objetivos conseguir um Custo por Aquisição (CPA) de R$ 25. Para saber, durante o trimestre, se está chegando lá, ele poderia estipular 3 Resultados-Chave diferentes: Número de Acessos, Número de Leads Gerados e Número de Oportunidades Geradas. Dessa forma, se a meta de Acessos for batida, mas a de Leads não, dá até para perceber, no meio do caminho, aonde está o erro. E o mesmo vale para Oportunidades ou qualquer um dos Resultados-Chave”

Esta é a lógica por trás do OKR: identificar por meio dos Resultados-Chave como as coisas estão andando e redefinir as ações para atingir os Objetivos.

Saiba mais: Confira 10 exemplos de OKR e como funciona essa metodologia

Curtiu nossa lista de bons exemplos de objetivos SMART para uma empresa?

Mas você pode perguntar? Como medir, rastrear e e estabelecer objetivos SMART para uma empresa com os processos da minha empresa? Veja no vídeo abaixo uma ferramenta tecnológica que permite criar painéis de gestão a partir da automatização de um processo de negócio.

Criação de Painéis de Gestão Empresarial | Dashboards

Não deixe de criar sua conta para modelagem de processos no HEFLO BPM. Clique e veja como.

6 Comentários. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu