Lean e kanban boards são a mesma coisa? Afinal, qual a diferença?

Lean, kanban e a metodologia ágil são conceitos que, para muitos, ainda se confundem. E isto é natural, porque estas abordagens se complementam e interligam, uma como ferramenta e as outras como metodologias.

Evoluíram ao longo do tempo e se modificaram. Por isso, antes de mostrarmos alguns exemplos de lean e kanban boards, vamos entender melhor todos esses conceitos.

Lean e kanban boards e sua relação com a metodologia ágil

Metodologia Ágil

O Manifesto Ágil nasceu por volta de 2001 com o objetivo de auxiliar no desenvolvimento de softwares, mas acabou se disseminando para diversas outras áreas, principalmente o desenvolvimento de produtos e até no planejamento de marketing e planos de comunicação.

Em suma, podemos dizer que qualquer equipe que baseie suas ações nos 12 princípios ágeis segue esta metodologia.

O método ágil visa, em última instância, de maneira colaborativa, desenvolver uma entrega final passo a passo, por meio de pequenas entregas individuais, o que permite mudar essas pequenas entregas a qualquer momento (devido a mudanças de escopo ou feedbacks de clientes), sem afetar o conjunto, permitindo somente levar ao mercado produtos relevantes.

Os progressos são incrementais e possibilitam uma gestão ágil e rápida, capaz de se adaptar às mudanças de cenário sem grandes percalços.

Lean

Foi nos anos 50 que o movimento Lean surgiu no Japão, também chamado de lean manufactoring, porque era amplamente empregado na indústria automotiva.

Na virada do Milênio, passou a ser usado para o desenvolvimento de softwares e, em 2008, evolui para os famosos 5 princípios Lean (inicialmente eram 7), criados por Eric Reis, com o objetivo principal de auxiliar startups a:

“Desenvolver produtos e serviços em um ambiente de extrema incerteza”.

Os 5 princípios lean são os seguintes:

  • Empreendedores estão em toda parte
  • Empreendedorismo é administração
  • Aprendizagem validada
  • Contabilidade para inovação
  • Construir – Medir – Aprender

O objetivo de tudo isso é seguir um ciclo em que se fazem muitos testes, preferencialmente ligados à opinião de consumidores e usuários, com a meta de reduzir os riscos de desenvolver um produto que não interesse ao mercado.

Kanban

Kanban é um sistema de agendamento, originalmente desenvolvido para o controle de estoques (no Japão, mais uma vez…), mas que foi adaptado para evitar que qualquer esforço produtivo de uma equipe seja fornecido em excesso ou falta, o que proporciona grande redução de desperdícios e atrasos.

Atualmente, usam-se 4 princípios ao se utilizar um kanban board:

  1. Trabalho visual para aumentar a comunicação e a colaboração
  2. Limitação dos trabalhos em progresso para evitar uma sequência de tarefas não prioritárias sem fim
  3. Medir e otimizar os fluxos de trabalho, coletar métricas e prever problemas futuros
  4. Visar a melhoria contínua como o resultado dessas análises

Assim, podemos concluir que:

Lean e Ágil são metodologias, verdadeiras filosofias de gestão, enquanto o kanban é uma ferramenta que pode ser usada por estes dois primeiros conceitos.

Na verdade, Lean é uma metodologia que engloba a Agile e estas se servem do Kanban em seu auxílio

Lean Kanban

Alguns teóricos chegam a considerar esta como uma outra metodologia específica, que chamam de Lean Kanban Board e pode ser definida como:

Metodologia que tem o objetivo de evitar tanto a falta como o excesso de produção, evidenciar problemas e definir o que deve ser feito, sem que seja necessária a orientação de superiores ou de um planejamento de controle da produção.

Exemplos de Lean e Kanban Boards

Basicamente um Kanban Board apresenta 6 colunas:

  1. To Do: Para Fazer
  2. Plan: Planejar
  3. Develop: Desenvolver
  4. Test: Testar
  5. Deploy: Implantar
  6. Done: Feito

Lean Kanban 01Fonte: https://leankit.com/

Alguns Kanban Borads são mais enxutos, como este:

Lean Kanban 02

https://realtimeboard.com/

Outros, são bem mais complexos e incluem até notações de modelagem BPMN.

Lean Kanban 03

Fonte: https://leankit.com/

Já, Lean Boards são mais genéricos e, ao mesmo tempo, detalhados, veja um exemplo típico:

Lean Kanban 04

Fonte: https://realtimeboard.com/

Independente da forma como você for usar seus Lean ou Kanban Boards, a verdade é que uma ferramenta BPMN ágil e intuitiva, baseada na nuvem e com acesso remoto, pode ajudar muito no desenho de seus processos.

Experimente HEFLO, a ferramenta BPMN gratuita que faz o trabalho de modelagem de processos muito mais agradável e colaborativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu